Homem que matou o leão mais fotografado do país é norte-americano

leaoSe não era um dos homens mais procurados do mundo andava lá perto. As autoridades do Zimbabwe estavam há já várias semanas à procura do responsável pela morte de Cecil, o leão mais fotografado do Parque Nacional de Hwange, encontrado sem vida a 1 de julho. Finalmente encontraram-no.

Chama-se Walter Palmer, é norte-americano e, segundo o jornal britânico The Independent, ter-se-á gabado, recentemente, de ter morto «um sem número de animais com arco e flecha».

O corpo de Cecil, de 13 anos de idade, foi deixado nas imediações do Parque Nacional de Hwange, sem cabeça e sem pele.

Ainda de acordo com o The Independent, o felino terá sido alvejado na calada da noite e, alegadamente, o caçador esperou que sangrasse até à morte até o abater, nas primeiras horas da manhã do primeiro dia do presente mês.

Walter Palmer, pai de dois filhos, dentista de profissão, natural do estado do Minnesota, terá pago 49 mil euros para fazer a caçada.

Fonte: A Bola

#Compartilhar