Pentágono confirma morte de comandante da Al Qaeda no Afeganistão

pentagonoO Pentágono confirmou a informação dada mais cedo pelo porta-voz da missão da Otan no Afeganistão, Brian Tribus, de que Abu Khalil al Sudani, um importante comandante da organização terrorista Al Qaeda, foi morto no último dia 11.

Em comunicado, o órgão informou que Al Sudani morreu em um ataque aéreo com drones na província de Paktika, no Afeganistão. Ele era o chefe das operações suicidas e com explosivos do grupo e era acusado de planejar ataques contra interesses americanos e a coalizão militar internacional no Afeganistão.

Os Estados Unidos o consideravam um dos homens mais próximos ao líder da Al Qaeda, Ayman Al-Zawahiri.

"Abu Khalil al Sudani era um dos três extremistas violentos mortos no ataque. Sua baixa enfraquece ainda mais as operações da Al Qaeda no mundo todo", disse Peter Cook, porta-voz do Pentágono.

Fonte: Terra

#Compartilhar