Pastor testemunha pregação de Justin Bieber em show e se alegra: “Usou o dom que Deus o deu”

justin-bieberO cantor Justin Bieber vem surpreendendo os pastores que cuidam de seu discipulado por seu comprometimento com a busca por um aperfeiçoamento pessoal. Judah Smith, da City Church, usou as redes sociais para elogiar o irmão na fé por sua disposição de compartilhar o Evangelho.

Smith publicou uma foto de um show de Bieber no Instagram e disse que se sentia inspirado pela persistência do cantor pop na caminhada de fé com Jesus Cristo. “O que eu testemunhei ontem à noite foi meu amigo e irmão para a vida se entregar totalmente ao dom que Deus lhe deu. Vê-lo tocar a alma das pessoas não foi nada menos que surpreendente”, afirmou o pastor.

Ele e Justin Bieber se conheceram em 2015, apresentados pela mãe do cantor, Pattie Mallette, que é evangélica há décadas e ouvia as pregações de Smith. Desde então, o líder evangélico – autor do livro Jesus é… – se tornou amigo pessoal da família, e apresentou a eles outro pastor habituado a aconselhar celebridades, Carl Lentz, da Hillsong NYC.

“Justin eu te amo, obrigado por lutar por sua fé e correr o risco por esse relacionamento [com Jesus]! Vamos melhorar a cada dia e quando a gente tiver 70 anos seremos homens amáveis, ​​doces e devotos, que se parecem com Jesus”, acrescentou Judah Smith em sua postagem.

Mudança

Recentemente, durante um show beneficente realizado em homenagem às vítimas do atentado terrorista do dia 22 de maio em Manchester, Justin Bieber pregou à plateiaenquanto apresentava suas músicas.

Bieber – que anos atrás ocupava manchetes por prisões, abusos de álcool e drogas – tem se mantido fora dos holofotes da mídia tradicional, afeita a escândalos, mas chamado atenção de veículos de comunicação cristãos por suas constantes demonstrações de fé e busca por aperfeiçoamento pessoal.

Em Manchester, Bieber cantou Love Your Self e Cold Water e ao final disse à plateia que era preciso resistir às adversidades: “Não vou deixar de ter esperança. Não vou deixar de ter o amor. Não vou deixar de ter Deus comigo. Erga suas mãos para cima se você também não vai deixar de ter“, afirmou.

“Deus é bom em meio à escuridão. Deus é bom em meio ao mal. Deus está no meio. Não importa o que esteja acontecendo no mundo, Deus está no meio. Ele te ama e Ele está aqui para você”, pregou.

Por fim, fez um questionamento retórico como muitos líderes cristãos não demonstram ser capazes de fazer: “Que coisa maravilhosa que estamos fazendo esta noite, você não concorda? Você concorda que o amor sempre ganha? Qual melhor maneira de lutar contra o mal: com mal ou combater o mal com o bem?”, questionou, segundo informações do The Independent.

Fonte: Gospel +

#Compartilhar