Há razão do natal‏?

sofrimento-de-cristoHumilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte.
"E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte, e morte de cruz." (Filipenses cap. 2:8).

Natal afim de que mesmo?

Estamos mais uma vez celebrando o natal! Mas será que realmente celebramos o natal? As pessoas se tornam mais amáveis e sensibilizadas neste fim de ano. Mas, assim que iniciar o próximo ano, muda tudo de novo, o ano inicia e aí nós esquecemos desses dias amáveis.

Eu não sou perfeito, sou um cara difícil, sou meio estressado como os mais próximos dizem, também falho, fico nervoso, tenho certa dificuldade de relacionar, mas quem não tem problemas? Todavia, procuro mudar e desenvolver-me a cada dia para tornar-me melhor.

_Mas vamos lá, o porquê do natal?

O texto citado acima nos deixa uma resposta para a razão do natal, e o interessante é que nos promete um presentão natalício! A frase até a morte significa "até à importância da morte", contudo, Cristo se sujeitou à morte "para que, pela morte, aniquilasse ou destruísse o império da morte, e livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão da morte". Devemos dar importância que os atos de Cristo de auto humilhação e obediência até à morte foram voluntários, de si mesmo (Jesus) depôs a sua vida.

A morte de cruz fala da apoteose da humilhação própria de Cristo, ou seja, fala da sua razão da encarnação. Deus se vestindo de uma roupagem humana, nascendo em uma manjedoura, um Deus que se torna homem, mas para um propósito, morrer e morrer na cruz. A morte de cruz era a forma mais infame de execução conhecida naqueles dias, esta era reservada para os mais odiados inimigos e criminosos comuns. Assim, associada à cruz estava à vergonha mais intensa.

_Mas e o Natal afim de que mesmo?

O natal teve um propósito! Deus se humilhou, despiu das suas vestimentas da divindade e se tornou um homem, para que através da sua morte na cruz, houvesse vida para a humanidade. Mas por sua obediência (Jesus) até à morte e morte de cruz, "aboliu a morte e trouxe à luz a vida e a promessa da ressurreição, pelo evangelho que escrevo e o qual me torna servo". Salvação não é o que fazemos para agradar a Deus, mas é o que Deus fez por nós, apenas aceite essa verdade em sua vida. Este é o maior presente de natal que você pode receber, e isto pela fé!

Um Feliz Natal a Todos!

Por Márcio Gonçalves.

#Compartilhar