O Prazer!

prazer“Disse comigo mesmo: Vamos! Eu te provarei com alegria; goza, pois, a felicidade; mas também isso era vaidade. Do riso disse: É loucura; e da alegria: De que me serve? Resolvi no meu coração dar-me ao vinho regendo-me, contudo, pela sabedoria, e entregar-me à loucura até ver o que melhor seria que fizessem os filhos dos homens debaixo do céu, durante os poucos dias da sua vida”. (Ec.2:1-3).

Leia mais...

Intelectualismo esvaziado de Deus!

burro-itelectual“Disse comigo: Eis que me engrandeci e sobrepujei em sabedoria a todos que antes de mim existiram em Jerusalém; com efeito, o meu coração tem tido larga experiência da sabedoria e do conhecimento. Apliquei o coração a conhecer a sabedoria e, a saber, o que é loucura e o que é estultícia; e vim, a saber, que também isto é correr atrás do vento. Porque na muita sabedoria há muito enfado; e quem aumenta ciência, aumenta tristeza”. (Ec.1:16-18).

Leia mais...

O que é torto não se pode endireitar. E o que falta não pode se calcular!

taca-quebrando“Eu, o Pregador, venho sendo rei de Israel, em Jerusalém. Apliquei o coração a esquadrinhar e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; este enfadonho trabalho impôs Deus aos filhos dos homens, para nele os afligir. Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e eis que tudo era vaidade e correr atrás do vento. Aquilo que é torto não se pode endireitar; e o que falta não se pode calcular”. (Ec.1:12-15).

Leia mais...

“A História”

historia“O que foi, é o que há de ser; e o que se fez. Isso se tornará a fazer: nada há, pois, novo debaixo do sol. Há alguma coisa de que se possa dizer: vê, isto é novo? Já foi nos séculos que foram antes de nós”. (Ec.1:9-10).

Há um ditado popular originado de uma famosa frase filosófica que diz: “Na vida nada se cria tudo se copia”. É isso que de fato Salomão quer dizer. Não que o homem não tenha capacidade de inventar algo novo, dizer isso seria tolice.

Leia mais...

“Os Sentidos”

os-sentidos“Todas as coisas são canseiras, tais que ninguém as pode exprimir; os olhos não se fartam de ver, nem se enchem os ouvidos de ouvir”. (Ec.1:8)

O admirável sábio continua sua pesquisa incansavelmente examinando dois dos mais significantes sentidos, a visão e a audição. O que é mais interessante é que Salomão tenta nos mostrar que esses dois sentidos estão fartos de canseira que ele não consegue descrever.

Leia mais...

“A Natureza”

natureza“Levanta-se o sol, e põe-se o sol, e volta ao seu lugar onde nasce de novo. O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; volve-se e revolve-se na sua carreira e retorna aos circuitos. Todos os rios correm para o mar, e o mar não se enche; ao lugar para onde correm os rios, para lá tornam eles a correr”. (Ec.1:5-7)

A criação de Deus é algo extremamente surpreendente costumo dizer que a natureza expressa à música do criador em notas magistrais. Se houve um dia que me tornei como criança, foi o dia em que eu vi a neve pela primeira vez, eu acho que não tem esse adulto que não volta a ser criança diante desse fantástico fenômeno da natureza.

Leia mais...

“O TRABALHO”

trabalho“Que proveito tem o homem de todo o seu trabalho, com que se afadiga debaixo do Sol? Geração vai, geração vem; mas a terra permanece para sempre”. (Ec.1:3-4)

A palavra “proveito”, no texto original, usada aqui por Salomão é uma palavra hebraica tomada do mundo dos negócios e que significa dinheiro ganho através de um trabalho prestado. E a palavra trabalho tem a conotação de árduo labor. Desde que o homem caiu, e com ele toda a humanidade, todos nós fomos chamados a encarar a labuta. Seis dias trabalharás e no sétimo descansarás é mesmo que precisamos trabalhar, mas também precisamos adorar a Deus, assim sendo, ambos tem sua singular importância.

Leia mais...

O que teme e o que não teme a Deus

ceu“Palavra do Pregador, filho de Davi, rei de Jerusalém: Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade de vaidades, tudo é vaidade.” (Ec.1:1-2).

Eclesiastes em hebraico “Qohleleth” significa alguém que coleciona ditados sábios, ou que fala a uma Assembléia, ou seja “O Pregador”. Salomão nos parece um tanto quanto cínico, ou seja, o qual havia perdido a capacidade de sentir Alegria. Se fossemos fazer uma pré-analise do livro por estes dois versículos talvez poderíamos desistir aqui mesmo de continuar.

Leia mais...

Tempo de Refletir!!!

refletir“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”. (Ec.3:1)

Uma das orações mais comoventes de toda palavra de DEUS é a do menino Salomão. Você lembra quando você era criança? Certamente sim, e quando o seu pai ou sua mãe perguntava-lhe o que você queria ganhar de presente e que sua cabecinha passava um furacão de coisas dos menores aos maiores desejos sim, era sim mesmo, foi assim comigo também.

Leia mais...

O Escravo da Orelha Furada

Escravo-de-amor-eu-quero-te-servir“Porque me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?”. ( Lc.6:46)

Essa é uma das perguntas de Jesus que mais confronta seus seguidores, pois ela indica que não basta apenas chamá-lo de Senhor é necessário obedecê-lo. Muitos nos nossos dias o chama de Senhor, e as pessoas usam várias maneiras de revelar que Jesus é o seu Senhor, nos adesivos dos carros, nas estampas das camisetas, num adesivo nas janelas dos quartos, nos paralamas de caminhões, etc. Mas são poucos aqueles que de fato e verdade obedecem ao Senhor Jesus.

Leia mais...